segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Pagando pelos erros...


A cada término/começo de ano, nos deparamos com uma situação recorrente: a grande quantidade de chuvas e tempestades que assolam principalmente o sudeste do país (SP, RJ, MG e ES), ocasionando grandes inundações e riscos para a população (lembre ainda no incidente que deu-se no início deste ano, com o desabamento de terra que matou várias pessoas no Espírito Santo, fazendo com que tivéssemos a impressão de que o decorrer do mesmo não seria fácil).
Praticamente, a cada verão, com o progressivo aumento do calor global e nas grandes capitais (principalmente São Paulo, com sua impermeável camada de asfalto escaldante), aumenta-se também o volume de água que despeja a cada nova "investida de São Pedro". Uma ironia, mas podemos dizer que "um santo acaba por punir o outro por seus erros".
Na verdade quem paga pelos erros somos nós mesmos, que nunca pensamos no futuro e ajudamos a deixá-lo ainda mais sombrio.
Sim, culpa nossa! Quanto lixo produzimos que poderia ser separado e reciclado (independente da existência ou não de cestos de coleta seletiva)?! Quantos cestos são depredados por jovens e/ou pessoas, que não têm a mínima educação de preservar o que é seu?! Quantos de nós ensina a educação ambiental aos filhos, e a põem em prática?! Quantos de nós mantém seu próprio ambiente organizado e sustentável (diga-se, sem sacolas de lixo em calçadas que podem ser levadas pela enxurrada)?!
O que se envolve aqui não são apenas atitudes sustentáveis (muito em moda no discurso das grandes empresas hoje em dia), mas a preocupação com o próprio futuro, com o da família e do próximo.
O governo tem culpa em não ter um bom programa de coleta de lixo domiciliar, é verdade; o planejamento de galerias e a ocupação da população ao lado de córregos ou áreas de risco nas grandes capitais também é questionável. Muitos fatores influenciam o aparecimento de desastres pelo mau tempo; mas o maior problema dentro de tudo isso, ainda é um só: a maneira como o homem ainda pensa e age.
Pelo jeito, devemos ficar preocupados. Estão vindo mais nuvens negras por aí...

16 comentários:

  1. Olá! Em primeiro lugar, quero dizer que curto muito o seu blog e justamente por isso, vim dizer que estou te indicando para receber 11 selos de qualidade!

    Dê uma passadinha no meu blog para conferir e saber como receber o selos.

    Beijos e parabéns!

    ResponderExcluir
  2. "O governo tem culpa em não ter um bom programa de coleta de lixo domiciliar, é verdade; o planejamento de galerias e a ocupação da população ao lado de córregos ou áreas de risco nas grandes capitais também é questionável."

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Concordo parcialmente! Pois para mim alguma dessas tragédias são fatores naturais que talvez não possam ser evitados, mas vc falou muito bem cara, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. o Fabio obrigada pelo conselho que me deu viu
    muito agradecida *-*
    estou te seguindo
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. com certeza, tbem penso o mesmo, e ainda tem gente que joga a culpa em /Deus, por ter acontecido...
    sem lembrar q erraram muito na vida e estão pagando pelo mal cometido!

    ResponderExcluir
  6. As chuvas são fenômenos da natureza que não podem ser contidos; lixo é produção (degradação) do homem. Cabe ao povo ter mais consciência e ao governo tomar medidas que venham a sanar isso.

    ResponderExcluir
  7. NÃO MORO EM SAMPA, MAS O QUE A GENTE VÊ NA TV É UM CAOS. A CULPA TAMBÉM SE DEVE AO AQUECIMENTO GLOBAL QUE ESTÁ COBRANDO A CONTA AGORA,MAS TAMBÉM A MÁ ADMINISTRAÇÃO DE INÚMEROS GOVERNOS DIANTE DA OMISSÃO DO PROBLEMA.

    DÁ UMA VISITADA NO MEU BLOG, ACABEI DE REFORMULAR. ABRAÇÃO.

    ResponderExcluir
  8. gostei do seu blog

    gostei msm

    mt coisa legal aqui

    seguindo vc tb

    ok's

    segue o meu la tb

    acesse http://www.iubdeds.com.br

    ResponderExcluir
  9. Pois é, consciência é tudo nessa vida, mas parece ser difícil a muitas pessoas. Pena...
    Belo blog!

    ResponderExcluir
  10. Existe uma questão que é fundamental para solucionar este problema: o investimento em infra-estrutura nas grandes cidades! Vide o exemplo de Tóquio!!!
    Mas, é claro, reciclarmos é o caminho ético-ambiental lógico!!!
    Parabéns novamento pelo BLOG!!!

    http://felipedesouza-psicologo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Primeiramente.. Que comentário ma-ra-vi-lho-so você deixou no meu blog, li várias e várias vezes. Muito lindo, obrigada, suas palavras são belíssimas.

    Quanto ao texto daqui, é, nunca fui à São Paulo, porém, claro que já ouvi falar sobre o caos, o clima e etc. Infelizmente não são muitas as pessoas que tem consciência do quão grave isso é e pode ficar.

    Um feliz 2011. :)

    ResponderExcluir
  12. Você ganhou um selo : Blog de Ouro 2011!
    Para retirá-lo é só deixar um comentário em meu último post, e dps, escolher outros 15 blogs para prestigiar com este selo.
    BjoKas, Karen.

    ResponderExcluir
  13. muito interessante seu blog. ÓTIMA postagem.

    beijoca.
    http://mundomona.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. essas perguntas me fizeram parar pra pensar...será que estou contribuindo para preservar o ambiente em que vivemos?

    ResponderExcluir
  15. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  16. A pena é q poucos contribuem para preservar. E todos pagamos o preço da falta de preservação.
    bjs

    http://www.coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

    ResponderExcluir